Os Proceedings do VII Simpósio de Controle de Qualidade do Pescado (SIMCOPE) contêm os trabalhos científicos apresentados durante o evento. Após a avaliação do comitê científico do evento, alguns desses trabalhos foram indicados para publicação e posteriormente, reavaliados pelo Comitê Editorial do Instituto de Pesca (CEIP) para integrar esta publicação.

O VII SIMCOPE foi organizado pela equipe da Unidade Laboratorial de Referência em Tecnologia do Pescado - ULRTP do Instituto de Pesca, ligado à Agência Paulista de Tecnologia do Agronegócio (APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, e teve como temática geral “ESTRATÉGIAS PARA AUMENTAR O CONSUMO DE PESCADO”. Esta sétima edição ocorreu no período de 9 a 11 de outubro de 2016, em São Paulo - SP, paralelamente à 2ª Feira Asian & Japan Food Show, organizada pela Francal Feiras e Empreendimentos Ltda.

O simpósio, que contou com a colaboração da Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (FUNDAG) e da Universidade Católica de Santos, além do apoio financeiro da Fundação de Amapro à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) (Proc. n. 2016/14534-5), explorou os seguintes temas:

  • Competitividade do Setor da Aquicultura e o Aumento do Consumo de Pescado
  • Gastronomia Japonesa: Aspectos Culturais e Gastronômicos
  • Estratégias para garantir a qualidade e inocuidade do pescado – Mudanças no sistema de inspeção
  • Panorama brasileiro do consumo de pescado
  • O papel dos chef´s no estímulo ao consumo de pescado
  • Peixes nativos na gastronomia japonesa
  • Sanidade na Aquicultura Brasileira Visando o Consumo Seguro
  • Embalagem para Produtos da Pesca e Aquicultura
  • Mercado Institucional: Perspectivas da FAO para Inclusão do Pescado na Alimentação Escolar
  • Panorama do Mercado de Pescado na Alimentação Escolar na América Latina
  • Pescado na Alimentação Escolar – Políticas Públicas e Oportunidades de Mercado
  • Aquicultura em Águas da União: a experiência da ITAIPU Binacional na produção e consumo
  • e-Comércio: Estratégias para um novo modelo de negócio
  • Estratégias para o fortalecimento do parque industrial do pescado na Espanha
  • Desenvolvimento de equipamentos para a indústria de pescado
  • Incentivo à Inovação Tecnológica: Oportunidades de financiamento para parcerias entre empresa x pesquisa
  • Aproveitamento Integral do Pescado: Uma experiência no parque industrial brasileiro.

O evento reuniu diferentes pontos de vista sobre as oportunidades e as recentes estratégias para elevar o consumo do pescado no país. As discussões contaram com a participação de representantes do governo, do segmento empresarial, da academia e da gastronomia, o que permitiu destacar que a indústria brasileira de pescado está em posição de aproveitar os muitos aspectos positivos que o mercado consumidor de pescado demanda, como inovação e oferta de produtos com apelo saudável, embora seja evidente que ainda existem desafios à frente para atender plenamente ao potencial que os produtos de pescado podem alcançar no país e até mesmo no comércio mundial.

 

Agradecimentos

Ao Comitê Científico do VII SIMPÓSIO DE CONTROLE DE QUALIDADE DO PESCADO bem como desta publicação pelas valiosas contribuições e ainda, ao Comitê Editorial do Instituto de Pesca pela assistência na preparação do documento final.