Siga-nos  
                                                       Cidadão SP    /governosp    Dúvidas Frequentes


Acadêmicos do UniSALESIANO visitam Instituto de Pesca de Campos do Jordão

Alunos do curso de Medicina Veterinária e de Engenharia de Bioprocessos do UniSALESIANO de Araçatuba tiveram a oportunidade de acompanhar de perto a reprodução de salmonídeos, as conhecidas trutas. Isso só foi possível graças a uma viagem realizada pela turma de 35 acadêmicos até o Instituto de Pesca de Campos do Jordão, no dia 21 de maio.

O coordenador do curso de Medicina Veterinária, Profº. Rafael Cipriano, explica que o grupo participou de um curso teórico no período da manhã, sendo a prática realizada no período da tarde. “O tema do curso foi produção e reprodução de trutas. Apenas nesse local é que temos a chance de acompanhar esse tipo de trabalho, pois em Araçatuba, por exemplo, fica difícil criar trutas devido ao clima e geografia desfavoráveis”, ressaltou.

Cipriano destacou que o curso foi ministrado pelos melhores pesquisadores da área. “O objetivo da atividade foi aprimorar os conhecimentos em produção e reprodução de peixes, além de mostrar uma área de atuação profissional aos alunos”, completou.

No Brasil, a criação de trutas começou em 1949, com sua introdução principalmente nos rios dos planaltos das regiões Sudeste e Sul. Os primeiros ovos teriam sido importados da Dinamarca.

VITAMINAS

A truta desova no outono-inverno, quando se desloca para zonas de postura em rios com correntes fortes e fundo de cascalho ou locais de águas pouco profundas, frias e bem oxigenadas. A truta, peixe rico em ácidos graxos ômega-3, fornece grande quantidade de vitaminas, fósforo e cálcio, e seu índice de proteínas é mais alto do que o da carne bovina. Além disso, por apresentar baixo teor de calorias, ela é recomendada para dietas de emagrecimento.

 

 

Fonte: UniSALESIANO Araçatuba, Mai/2018 (http://unisalesiano.com.br)

Para acessar a notícia clique aqui


I Seminário Internacional Oceanos Livres de Plásticos será nos dias 7 a 8 de junho, na Unisanta