Siga-nos  
                                                       Cidadão SP    /governosp    Dúvidas Frequentes


Aquário de Santos inaugura tanque sobre pesca fantasma I
Baía de Santos (SP) tem o maior índice de equipamentos abandonados registrados e objetivo é conscientizar o público sobre o problema. Aquário Municipal de Santos (SP) inaugurou tanque de conscientização sobre pesca fantasma

O Aquário Municipal de Santos, no litoral de São Paulo, inaugurou, nesta segunda-feira (12), um tanque para conscientizar o público sobre os danos da pesca fantasma. O termo se refere aos equipamentos perdidos ou abandonados nos oceanos, como redes, linhas, anzóis e cabos que, muitas vezes, causam a morte de animais marinhos. A região da Baía de Santos é o local do Brasil com maior índice de petrechos ‘fantasmas’ registrados.

Estima-se que 10% desses materiais se perdem anualmente no mundo. Eles funcionam como armadilhas para diversas espécies, podendo machucar e até mesmo permanecer matando por anos. No tanque, além de vários itens recolhidos na baía e nas proximidades do Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, também há um display eletrônico com informações sobre o tema.

Em agosto, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), uma das agências da ONU, acatou um pedido da World Animal Protection (Proteção Animal Mundial) e, até 2025, todos os países membros deverão garantir que os petrechos de pesca saiam das lojas identificados.

A medida visa diminuir o número de animais marinhos mortos pelo abandono desses equipamentos. De acordo com o Instituto de Pesca, ligado à Secretaria de Agricultura do Governo do Estado faz, desde 2009, a busca desses materiais, já tendo recolhido mais de seis toneladas de objetos, junto com mergulhadores voluntários e instituições como a Fundação Florestal e a Colônia de Pescadores Z1.

O Aquário funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 9h às 20h. Adultos pagam R$ 8 pelo ingresso. Professores e estudantes, com apresentação de documento: R$ 4. Menores de 8 anos e maiores de 65: gratuito. A bilheteria fecha meia hora mais cedo do que o parque.
Animais marinhos são vítimas de redes de pesca e demais petrechos que são abandonados no mar.

 

Fonte: Blog Ultra Dicas, nov/2018 (http://ultradicas.com.br)

Para acessar a notícia clique aqui


Começou o XXIX Campeonato de Pesca Oceânica Marque e Solte do YCI