Siga-nos  
                                                       Cidadão SP    /governosp    Dúvidas Frequentes


Investimentos sociais reforçam laços da VLI com a Baixada Santista
Ações desenvolvidas contemplam áreas como saúde, educação, trabalho e geração de renda

Ao longo dos últimos cinco anos, a VLI – companhia de soluções logísticas que opera terminais, ferrovias e portos – promoveu uma série de investimentos sociais e projetos estruturantes na região da Baixada Santista, fortalecendo seus laços com a região onde está instalado um dos seus principais ativos: o Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam). As iniciativas contemplam diversas áreas, como saúde, educação, trabalho e geração de renda, deixando legado para as comunidades locais. “A VLI é uma empresa que mantém conexões fortes com as comunidades onde atua. É gratificante prestar a nossa colaboração e contribuir para o desenvolvimento regional”, afirma a gerente de Responsabilidade Social da companhia, Maria Clara Fernandes.

O Noza Isca, que teve sua primeira etapa desenvolvida em 2019, é um bom exemplo desses projetos. O foco da ação foi ensinar os participantes a cultivar camarões e lambaris em tanques, para serem vendidos como iscas vivas para a pesca esportiva, uma atividade comum na região e, sobretudo, uma nova possibilidade de renda para os envolvidos. A VLI desenvolveu a iniciativa com a consultoria técnica do Instituto de Pesca, órgão da Agência Paulis­ta de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultu­ra e Abastecimento do Estado de São Paulo, e apoio da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag).

Durante o curso teórico e prático, realizado na sede do instituto, em Santos, cerca de 90 pescadores artesanais aprenderam técnicas para montar uma unidade de manuten­ção de iscas vivas, com materiais de baixo custo, em sistema de recircu­lação de água. Ao final do curso, as colônias que manifestaram interesse em dar con­tinuidade ao projeto tiveram o tanque instalado em sua sede, bem como acompanhamento técnico do Instituto de Pesca. O investimento na primeira etapa do projeto foi de aproximadamente R$ 200 mil.

“Escolas que Inovam”

A educação também está no foco das ações da VLI na Baixada Santista, como mostra o projeto “Escolas que Inovam”, em Santos. Em setembro, a iniciativa teve sua segunda fase inaugurada de forma simbólica, na Unidade Municipal de Educação (UME) Olívia Fernandes, localizada no Bairro Embaré. Nesta etapa, 32 escolas da educação infantil municipal foram beneficiadas.

Desse total, 24 unidades de ensino receberam adequações civis em salas para a implantação das estudiotecas – espaços voltados para acesso à tecnologia e novas formas de ensino e aprendizagem, além de notebooks, TVs smarts para uso dos professores em aulas interativas; chromebooks para os alunos, bem como carrinhos para armazenamento e recarga desses equipamentos; e mobiliário específico para o público-alvo, ou seja, crianças de 3 a 6 anos.

Por sua vez, outras oito escolas, que já possuíam estudiotecas, foram contempladas com equipamentos, como chromebooks. A iniciativa é resultado de uma proposta cocriada pela VLI e a Prefeitura de Santos, em 2018, com o objetivo de levar tecnologia e inovação às escolas públicas. Na primeira fase do “Escolas que Inovam”, nove escolas do ensino fundamental da rede municipal receberam as estudiotecas. A companhia investiu cerca de R$ 6 milhões nas duas etapas do “Escolas que Inovam”, com benefícios diretos para cerca de 12 mil pessoas.

Ajuda humanitária VLI

Em 2020, por meio de parceria com outras empresas do setor logístico, a VLI tornou possível a doação de bolsa-merenda, por meio de cartões-alimentação para estudantes das escolas municipais da região da baixada santista. Ainda no ano passado, as colônias de pesca da área de atuação da companhia receberam a doação de 5.400 itens de higiene e limpeza para suporte às atividades de pesca.

A Vila dos Pescadores, por meio da instituição social Exército da Salvação, recebeu, em 2020, 320 cestas básicas. Neste ano, a comunidade está sendo novamente contemplada pela ajuda humanitária, que consiste na doação de um total de 612 cestas básicas por três meses consecutivos. O município de Cubatão também foi envolvido com a frente de geração de trabalho e renda, que consistiu na doação de insumos para a confecção de 6 mil máscaras de tecido por costureiras locais. Posteriormente, a produção foi comprada pela empresa para distribuição gratuita às famílias fragilizadas pela crise socioeconômica provocada pela pandemia da Covid-19.

Outros projetos

De 2017 a junho de 2018, a companhia fez parceria com a Prefeitura de Santos para a implantação do Escola das Mães, uma iniciativa dentro do Programa Mãe Santista, com o objetivo de reduzir a taxa de mortalidade infantil no município. O objetivo foi ampliar o acesso à assistência complementar do pré-natal por todo o território de Santos. Em média foram beneficiadas 2.500 pessoas.

No mesmo período houve o aprimoramento do serviço nas policlínicas, com a qualificação do processo de atendimento, melhorando a qualidade de vida dos munícipes. Ao todo, oito policlínicas, sendo seis unidades de saúde da família (Alemoa, Bom Retiro, Morro São Bento, Vila Nova, Caruara e Morro Santa Maria) e duas unidades básicas de saúde (Gonzaga e Ponta da Praia) receberam novos móveis, equipamentos médico-hospitalares, computadores e tablets, garantindo a informatização de 100% da rede de saúde básica de Santos.

O Oftalmóvel – Unidade Móvel Oftalmológica ampliou o acesso da população para esse tipo de serviço em áreas de difícil acesso, de 2017 a junho de 2018, contribuindo de maneira significativa na redução das demandas ao disponibilizar maior oferta de consultas. Foram beneficiadas cerca de 900 pessoas por mês.

O Núcleo de Educação para a Paz, também de 2017 a junho de 2018, ganhou um espaço de troca e promoção das relações de modo a fortalecer o vínculo entre as pessoas e o aprofundamento nos conceitos e práticas da Justiça Restaurativa. Houve renovação e ampliação do mobiliário; instrumentalização com equipamentos tecnológicos; além de oficinas de formação de multiplicadores, facilitadores e comitê gestor.

Sobre a VLI

A VLI tem o compromisso de apoiar a transformação da logística no país, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). Escolhida como uma das 150 melhores empresas para trabalhar pela revista Você S/A, a VLI também foi eleita a mais inovadora empresa de transporte e logística, pelo Prêmio Valor Inovação Brasil 2020, e conquistou o 1º lugar na categoria Transporte e Logística das Melhores, da IstoÉ Dinheiro. A VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.


Fonte: Segs

19 de Outubro

https://www.segs.com.br/mais/turismo-viagens/315040-investimentos-sociais-reforcam-lacos-da-vli-com-a-baixada-santista


Governo de SP lança Programa Melhor Caminho em São José do Rio Preto
Iniciativa busca o desenvolvimento da zona rural, simplificando a vida do agricultor ao favorecer o escoamento da produção agropecuária