Siga-nos  
                                                       Cidadão SP    /governosp    Dúvidas Frequentes
Instituto Argonauta registra tubarão-azul encontrado morto em Ubatuba

Instituto Argonauta foi acionado nessa última sexta-feira, dia 5, para atender um encalhe de um tubarão-azul (Prionace glauca) na Praia Dura em Ubatuba, litoral norte paulista. Popularmente conhecido ainda como cação-azul, focinhudo e mole-mole, o animal foi encontrado já sem vida por populares, que acionaram a instituição para recolhê-lo.

.
Trata-se de um macho adulto de 2,70m e 55kg. Sua aparição no litoral não é comum, por se tratar de uma espécie oceânica. São predadores de topo de cadeia alimentar, muito importantes para o equilíbrio do ecossistema marinho.
.
O tubarão-azul costuma ser capturado com frequência nos espinhéis de atum e, de acordo com a IUCN, a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas de Extinção, a espécie tem um status de "Quase ameaçada" ou, em inglês, "Near Threatened" (NT): está perto de ser classificada, com a grande captura para o comércio de carne de cação, provavelmente será incluída numa das categorias de ameaça (‘Criticamente em Perigo’ , ‘Em Perigo’ ou ‘Vulnerável’) num futuro próximo.
.
De acordo com seu estado de decomposição, é provável que o tubarão esteja morto há um tempo, o que não permitiu grandes observações nos exames, e também, não foi constatado nenhuma interação com pesca ou lixo. A necropsia foi executada pela equipe do Argonauta com apoio do oceanólogo Venâncio Guedes de Azevedo, pesquisador e diretor do Núcleo Regional de Pesquisa do Litoral Norte do Instituto de Pesca (IP-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, e membro do Conselho Deliberativo do Instituto Argonauta.



O Instituto Argonauta
O Instituto Argonauta foi fundado em 1998 pela Diretoria do   e reconhecido em 2007 como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). O Instituto tem como objetivo a conservação do Meio Ambiente, em especial a conservação dos ecossistemas costeiros e marinhos. Para isso, apoia e desenvolve projetos de pesquisa, resgate e reabilitação da fauna marinha, educação ambiental e resíduos sólidos no ambiente marinho, dentre outras atividades.
 
Seja um Argonauta!
Para acionar o serviço de resgate de mamíferos, tartarugas e aves marinhas, vivos debilitados ou mortos, entre em contato pelos telefones 0800-642-3341 ou diretamente para o Instituto Argonauta: (12) 3833.4863 – 3833.5789/ (12) 3834.1382 (Aquário de Ubatuba) / (12) 3833.5753/ (12) 99705.6506 e (12) 99785.3615 – WhatsApp. Também é possível baixar gratuitamente o aplicativo Argonauta, disponível para os sistemas operacionais iOS (APP Store) e Android (Play Store). No aplicativo, o internauta pode informar ocorrências de animais marinhos debilitados ou mortos em sua região, bem como informar ainda problemas ambientais nas praias, para que a equipe do Argonauta encaminhe a denúncia para os órgãos competentes.
A base do Instituto está situada na Tv. Baitacas, nº 20, bairro Perequê-Açu, Ubatuba/SP – CEP 11680-000.
Conheça mais sobre o nosso trabalho em: www.institutoargonauta.org
 
Fonte: matéria autorizada pelo Instituto Argonauta
No Dia Internacional dos Museus, público poderá assistir lives com visitação ao vivo ao Planeta Inseto e Museu de Pesca