Siga-nos  
                                                       Cidadão SP    /governosp    Dúvidas Frequentes


Na Vila Mariana, Instituto Biológico e Instituto de Pesca abrem suas portas em evento promovido pela APTA

Integrando ação que ocorrerá em diversas cidades paulistas, os Institutos receberão estudantes de escolas públicas e particulares e a comunidade para uma troca de experiências entre seus pesquisadores e visitantes. 

O IB de Portas Abertas – evento tradicional na capital paulista, no qual o Instituto Biológico recebe a população para apresentar suas pesquisas nas áreas de sanidade vegetal e animal e de proteção ambiental e explicar o impacto destas na vida da população –, que neste ano, em função dos 95 anos da Instituição, já recebeu mais de 12 mil visitantes, serviu de inspiração para um megaevento envolvendo os seis institutos que compõem a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), além da APTA Regional, em sete cidades. A APTA é o órgão responsável por coordenar as atividades de pesquisa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de SP.  

No primeiro dia da ação, as unidades receberão alunos de escolas públicas e privadas, focando na apresentação do trabalho de pesquisa desenvolvimento e das tecnologias voltadas ao desenvolvimento do agronegócio. No sábado, segundo dia, as unidades serão abertas para a comunidade em geral, que poderão participar das atividades preparadas pelas equipes dos Institutos.  


Despertando vocações  

Incrustrado no coração da Vila Mariana, na capital paulista, o edifício-sede do Instituto Biológico (IB), símbolo da arquitetura art deco do início do século XX,  já é uma atração por si; no entanto, nesses dois dias, o conhecimento gerado em seus laboratórios de ponta poderá ser conferido em dois formatos: na sexta-feira, 18, os pesquisadores receberão alunos do ensino médio e de graduação, que poderão optar por um entre os quatro roteiros sugeridos: Educação Ambiental, Científico, Inovação e Informações & Tecnologias, elaborados em parceria com o Instituto de Pesca (IP), e conhecer in loco o trabalho realizado nesses centros, além de uma visita por esse prédio icônico. A inscrição pode ser feita por meio do link: https://forms.office.com/r/faazK0rsXr

Entre as apresentações previstas para este dia estão as análises para detecção da presença de defensivos em alimentos e no ambiente; o processo que garante a segurança para realização de clonagem de plantas e as análises realizadas em uma amostra par verificar se está contaminada por fungos, bactérias, ou outro patógeno e dicas de como solucionar o problema; a importância dos testes realizados para certificar a sanidade da carne bovina brasileira – exportada para mais de 30 países ao redor do mundo –, ou as pesquisas desenvolvidas nos outros elos da cadeia de proteína animal: suínos, aves e ovos; os estudantes poderão ainda conhecer um dos poucos laboratórios com nível de biossegurança 3, voltados para o setor agropecuário. O Laboratório NB3 destina-se ao trabalho com patógenos de risco biológico da classe 3, ou seja, com micro-organismos que acarretam elevado risco individual, resultado da exposição por inalação de agentes potencialmente fatais. É uma oportunidade única de conhecer um local que os estudantes só veem nos filmes de ficção científica! 

No mesmo endereço, outro órgão da APTA que estará de portas abertas para receber a sociedade em geral é o Instituto de Pesca (IP), voltado a pesquisas das áreas de Pesca, Aquicultura e Recursos Hídricos e Pesqueiros. Em suas instalações o visitante poderá participar de atividades lúdicas e interativas, como oficina de origami; conhecer a história institucional e parte do acervo do Museu de Pesca, localizado em Santos.   

O IP também apresentará as atividades e os projetos de seus 4 Centros e 4 Núcleos de Pesquisa, distribuídos pelo litoral e interior do Estado de São Paulo, como o Laboratório de experimentação de peixes para desenvolvimento de vacinas e probióticos; o Quarentenário de peixes, que evita a entrada de doenças de organismos aquáticos em território nacional; o Laboratório de microbiologia e o Laboratório de Histologia.  

Nos estandes expostos estarão pesquisadores científicos que poderão sanar dúvidas e curiosidades de visitantes, relacionadas, por exemplo, ao Laboratório de Referência em Limnologia, que realiza análises físicas, químicas e biológicas de qualidade da água, auxiliando na melhoria deste recurso para sistemas produtores, maximizando a produção e qualidade de cultivo de organismos aquáticos.  

Já, no sábado, 19, o saber deixa o laboratório e vai à praça. Serão ao todo 10 barracas, cinco para cada Instituição, nas quais os técnicos vão explicar à comunidade como as pesquisas desenvolvidas pelos Institutos impactam em sua vida. Além de muita informação, esse dia vai ter música, brinquedões para as crianças, atividades artísticas, comidinhas de vários países e uma feira de artesanato, com produtos autorais de artistas da região. Tudo isso em um dos mais belos cenários da cidade.  

Além do IB e IP, participa da ação, na cidade de São Paulo, o Instituto de Economia Agrícola (IEA). Pelo interior, serão duas unidades em Campinas: o Instituto Agronômico (IAC) e o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital). Fechando a lista estão as unidades da APTA Regional de Pariquera-Açu, de Itapetininga e de Assis, além do Centro de Seringueira e Sistemas Agroflorestais do IAC, em Votuporanga, e o Instituto de Zootecnia (IZ), na cidade de Nova Odessa. 


 

Serviço

APTA PORTAS ABERTAS

Data: 18 E 19 de novembro

Horário: das 10hs às 17hs

Local: Instituto Biológico 

Endereço: Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 - Vila Mariana.


Informações à imprensa - Secretaria de Agricultura

Assessoria de Comunicação

(11) 5067-0069

imprensa@agricultura.sp.gov.br


Informações à imprensa - Instituto de Pesca

Núcleo de Comunicação Científica

(11) 94147-8525

ipcomunica@sp.gov.br


Secretário de Agricultura e Abastecimento participa da 12ª edição do Prêmio Josué de Castro
Prêmio tem por objetivo identificar, premiar e difundir iniciativas voltadas à formulação de soluções concretas para o combate à fome e à promoção da segurança alimentar e nutricional