Siga-nos  
                                                       Cidadão SP    /governosp    Dúvidas Frequentes
Secretaria de Agricultura e Abastecimento lança “Cartilha Caça ao Tesouro” do Museu de Pesca

Com o intuito de estimular a interação, a curiosidade e o aprendizado das crianças, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento lança a cartilha educativa “Caça ao Tesouro”. A cartilha, destinada a crianças de 5 até 12 anos, faz parte do projeto Caça ao Tesouro do  Museu de Pesca, do Instituto de Pesca, localizado em Santos, no litoral de São Paulo. 

Os visitantes do Museu são incentivados a utilizar a tecnologia QR Code para descobrirem as respostas das pistas espalhadas em todo o prédio. Ao chegar na última sala, intitulada “Quarto do Capitão”, os pequenos encontram um baú com o link para download da cartilha, como incentivo para desvendar os mistérios que envolvem a Biologia marinha.

“O objetivo deste projeto é disponibilizar aos visitantes de forma atrativa, rápida e fácil, com o suporte da tecnologia QR CODE, informações que sedimentem a importância da preservação ambiental e estimulem a sustentabilidade pela correta utilização dos recursos naturais”, afirma Thaís Moron, pesquisadora do Instituto de Pesca e responsável pelo Museu.

A atividade em grupo, que conta com apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (Fundag), necessita de agendamento prévio, mas a Cartilha “Caça ao Tesouro” pode ser baixada gratuitamente aqui.

Sobre o Museu de Pesca

O Museu de Pesca tem finalidades culturais e objetiva a divulgação de conhecimentos originados do estudo do ambiente aquático e da tecnologia aplicada para a exploração racional de recursos marinhos e de águas continentais. É sua função ainda desenvolver atividades educativas não formais, com o intuito de criar, descobrir e estimular mentalidades dirigidas à correta utilização dos recursos naturais sob exploração pela atividade pesqueira.

O Museu de Pesca tem também um outro importante papel ao se relacionar com a cidade de Santos, desde os primórdios de seu surto desenvolvimentista, uma vez que sua Sede atual, construída no local de uma fortificação datada do século XVIII, abrigou inicialmente a Escola de Aprendizes-Marinheiros, e, depois, a partir de 1933, o Instituto de Pesca Marítima, nome pelo qual passou a ser denominada (a partir de 1932) a Escola de Pesca do Estado de São Paulo, fundada em 1928, no Guarujá. Portanto, um prédio histórico, de localização privilegiada e que oferece ao visitante a experiência de estar em uma construção antiga e apreciar uma belíssima paisagem por meio das janelas do piso superior.

O acervo do Museu de Pesca é composto por exemplares de diversas espécies de peixes, crustáceos, aves e mamíferos marinhos taxidermizados (empalhados) ou suas ossadas, conchas de moluscos, areias de diversas praias do páis... além de maquetes de embarcações, aparelhos e equipamentos utilizados na pesca e em pesquisa oceanográfica, obras artísticas etc.

Para o grande público, as principais atrações são um imponente esqueleto de baleia (de uma Balaenoptera physalus, com 23 metros de comprimento e sete toneladas) e exemplares de tubarões.

SERVIÇO

Museu de Pesca

Endereço: Av. Bartolomeu de Gusmão, 192 - Ponta da Praia, Santos 

Funcionamento: quarta a domingo, das 10h às 18h

Ingressos: R$ 5,00. Estudantes pagam meia entrada. Crianças menores de seis anos, adultos maiores de 60 anos e escolas públicas não pagam entrada.

Agendamento: (13) 3261-5260

 

Por Thaiane Muniz  

CECOM - Centro de Comunicação

Instituto de Pesca - APTA - SAA

No dia Mundial da Pesca, Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP divulga ações realizadas para o setor