Siga-nos  
                                                       Cidadão SP    /governosp    Dúvidas Frequentes
VII SIMCOPE discute estratégias para o setor da pesca e aqüicultura

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Pesca (IP), deu início neste domingo, 9 de outubro, ao VII Simpósio de Controle de Qualidade do Pescado (SIMCOPE), que nesta edição discute as estratégias para aumentar o consumo de pescado. Para realizar essa discussão, especialistas do Brasil e do exterior estão reunidos no Pavilhão Amarelo da Expo Center Norte, em São Paulo, até terça-feira, 11 de outubro, para compartilhar informações que contribuam para minimizar os gargalos do setor da pesca e da aquicultura, com o objetivo de agregar valor ao pescado.

 

Na abertura do Simpósio, o diretor de departamento do IP, Luiz Marques da Silva Ayroza, enfatizou a importância de se discutir tais estratégias. “Esse tema vem ao encontro das prioridades da Secretaria Agricultura e Abastecimento, principalmente no que se refere a questão da saudabilidade dos alimentos. A agricultura tem interfaces com as políticas públicas de saúde, de nutrição, de segurança alimentar, de meio ambiente, da indústria de alimentos, de ciência, de tecnologia e inovação, na busca de garantir o desenvolvimento econômico e social do Estado e da nação por meio do aumento da empregabilidade e da geração de renda nas cadeias de produção agropecuária. Para atingirmos esses objetivos, trabalhamos com quatro eixos prioritários, que são o campo sustentável, a agricultura em harmonia com o meio ambiente, a atenção ao pequeno agricultor e à agricultura familiar, e fazer de São Paulo o centro de produção de conhecimento, qualidade, segurança e saudabilidade dos alimentos”, pontuou Ayroza.

 

Jogeir Toppe, representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) que esteve presente na abertura do SIMCOPE, salientou a importância do aumento de consumo de pescado da América Latina. “Sabemos que o objetivo da FAO é assegurar que todo mundo tenha o suficiente para comer, mas também que todos possam ter acesso aos alimentos que contém todos os benefícios que necessitamos para ter uma vida saudável. Sabemos também que o consumo de pescado na America Latina hoje é a metade da média mundial. E por isso, aqui podemos trazer mais benefícios que em outras partes do mundo. O pescado não é rico apenas em proteínas e Ômega 3, que sabemos que são bons para diminuir o risco de doenças coronarianas e também para o desenvolvimento das crianças. É também uma importante fonte de micronutrientes essenciais para a saúde humana”, disse.

 

Na oportunidade, Michel Reche Beraldo, titular da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), representou o Secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo Arnaldo Jardim e destacou o trabalho realizado pela Pasta na transferência de tecnologia para o campo. “Recebemos a incumbência do nosso Secretário e do Governador Geraldo Alckmin de trazer a pesquisa mais próxima do agricultor, principalmente do pequeno produtor. Mas também de trabalharmos a questão da qualidade do alimento e da produção alinhada com o meio ambiente. O nosso grande papel na Secretaria, a nossa missão, é levar as tecnologias geradas pelo nosso corpo técnico para o produtor, principalmente para aqueles que mais precisam de renda. E acredito que as discussões que serão feitas nesse simpósio vão contribuir também para alcançarmos esse objetivo”, disse.

 

Também participaram da abertura do evento o presidente do Comitê da Cadeia Produtiva da Pesca e Aquicultura da Federação das Indústrias do estado de São Paulo (Fiesp), Roberto Imai, o presidente da Francal Freiras, Abdala Jamil Abdala, e a coordenadora do VII SIMCOPE, a pesquisadora do Instituto de Pesca Rúbia Yuri Tomita.

 

Premiação e homenagem

A abertura do VII SIMCOPE também foi marcada pela premiação aos alunos dos cursos de Gastronomia e Nutrição da Universidade Católica de Santos (UniSantos) - instituição parceira na realização do Simpósio - que venceram o concurso gastronômico realizado como parte da programação do evento. Eles receberam a premiação das mãos da pesquisadora do IP Érika Fabiane Furlan, que coordena o comitê científico do SIMCOPE.

Além da premiação aos alunos da UniSantos, uma homenagem ao diretor da Damm Produtos Alimentícios, Moacyr Veiga, que apóia o SIMCOPE desde sua primeira edição também foi realizada durante a solenidade.

 

SERVIÇO:

VII Simpósio de Controle de Qualidade do Pescado (SIMCOPE)

Data: 09 a 11 de outubro de 2016

Informações: www.simcope.com.br

Endereço: Expo Center Norte – Pavilhão Amarelo.

Rua José Bernardo Pinto, 133, Vila Guilherme - São Paulo / SP

 

 

Mais Informações:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Instituto de Pesca

(11) 3871-7588

cecomip@pesca.sp.gov.br

Instituto de Pesca marca presença na feira Asian & Japan Food Show